Loading...

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

ÁGUA MILAGROSA




Conta-se que havia uma água milagrosa de uma fonte situada em uma daquelas altas montanhas que ladeiam a Escandinávia.
Esta água tinha o poder de trazer de volta a paz e a harmonia aos lares, quando estes eram afetados pela ira de um marido nervoso, chato e implicante, daqueles que reclamam até da própria sombra.

Foi Bekhail, a idosa, que descobriu o segredo da água milagrosa e difundiu seu uso na aldeia gelada de Celsinik, no extremo Norte da Europa, onde hoje é a Finlândia.
A sábia senhora era esposa de um daqueles antigos guerreiros Vikings, que usavam capacetes com chifres, comiam com as mãos e saíam em bandos de esquadras para arrumar confusão pelos mares afora.

Ela usava a água milagrosa para manter seu lar unido e feliz. Era mesmo um prodígio o efeito pacificador da água. Quando o barbáro voltava da batalha, e na mesma fúria do combate entrava em casa, chutando a porta e berrando o nome da mulher, Bekhail já tinha bem à mão sua moringa, cheinha de água milagrosa.

Não há caso registrado de que a água tenha falhado uma só vez. E olha que seu poder foi testado em situações dificílimas!

As mulheres dos Vikings resolveram então escrever a receita de como usá-la numa pedra monumental, na praça principal da aldeia.

Aqueles homens conquistaram muitas terras e grandes vitórias. Eram temidos polos mares e famosos por serem guerreiros invelcíveis. Em casa, porém, graças à água milagrosa, eram cordados e pacifícos, facilmente dominados pela sabedoria de suas esposas.

Finalmente aquela aldeia foi invadida por outros povos bárbaros e tomada cativa. A avalanche de neve de um rigoroso inverno soterou todas as casas e ruas, varrendo a cidade do mapa.

Assim, por séculos, o segredo da água milagrosa ficou perdido e milhares de familias ficaram privadas dos benefícios do seu uso.
Discussões, agressões fisicas e divórcios, que arrasaram milhares de lares, poderiam ter sido evitados, se o segredo da água milagrosa tivesse sido revelado.

Escavações recentes de um grupo de arqueólogos revelaram a aldeia perdida debaixo de uma grossa camada de neve, e a pedra onde as mulheres haviam escrito a receita de como usar a água milagrosa.

EIS A RECEITA:

Ter sempre à mão uma botija cheia de água milagrosa, especialmente antes da chegada do marido. Assim que notar sintomas de fúria e descontrole do marido, isto é, voz alterada, implicância sem justo motivo, olhos avermelhados, artérias do pescoço sobresaltadas, correr à botija e fazer uso de um gole da água milagrosa, na quantidade necessária para encher completamente a boca, até que as bochechas fiquem bem estufadas.

É muito importante manter a água milagrosa dentro da boca, sem engoli-la, até que o marido tenha parado completamente seu falatório.

Após o item anterior estar completamente cumprido, engolir a água milagrosa e respirar bem fundo. A paz já terá voltado ao lar, mas, caso haja algum imprevisto, como o marido voltar a berrar, repetir, quantas vezes forem necessárias!

Ora, a água que os antigos habitantes de Celsinik tinham como milagrosa era semelhante a qualquer outra água. O segredo era a receita de Bekhail. Não falha nunca! É isso o que diz a Palavra de Deus, em Provérbios 15:1

"A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira."

Deus abençoe abundantemente a todos
Paulo Roldão

domingo, 18 de janeiro de 2009

A RATOEIRA




Um rato olhando pelo buraco na parede vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia ter ali.
Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira.

Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:
"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa."
A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:

"Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda."

O rato foi até o porco e disse a ele:

"Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira."

"Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces."

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela disse:

"O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!"

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira pegou a cauda de uma cobra venenosa.
A cobra picou a mulher.
O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja.

O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e muitas Pessoas vieram visitá-la.
Muita gente veio vê-la o fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.


"Pessoas Inteligentes falam de Idéias,
Pessoas Comuns falam de Coisas,
Pessoas Medíocres falam de Pessoas."

Autor desconhecido:
Deus abençoe rica e abundantemente todos
Paulo Roldão

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

O CAMINHAR DO BRASIL RUMO À DITADURA HOMOSSEXUAL



Olá amigos!

Tenho acompanhado este assunto com muito cuidado para não me tornar partidário de uma visão unilateral, procurando tratar com respeito os seres humanos diretamente envolvidos nessa tão polêmica discussão.
Porém, creio que esta mensagem que estou postando é muito elucidativa quanto aos aspectos legais que estão em sua órbita.

Um projeto de lei, (PL 122/2006) já aprovado na Câmara dos Deputados do Brasil e que se encontra em discussão no Senado, nos dá uma idéia do tipo de ditadura que o Movimento Homossexual pretende impor ao mundo cristão.
Se esse projeto se transformar em lei ele punirá, com pena de prisão, todo aquele que criticar a prática ou a ideologia homossexual. Isto daria grande força para o movimento homossexual pelo mundo afora, reforçando o mesmo em diversos países.
Ao mesmo tempo, tal projeto desmascara os verdadeiros objetivos do movimento homossexual, o que é de suma importância para todos aqueles que, por toda a parte, amam a liberdade.

Perseguição religiosa

O Bispo e Senador Marcelo Crivela , escrevendo sobre esse projeto de lei advertiu:
"O Senado Federal está apreciando o Projeto de Lei 122/2006, destinado a proteger a quem opta por atitudes e práticas homossexuais. ... Se aprovado, o projeto criará situações constrangedoras para a Igreja que, em seu proceder, procura se pautar pelo Evangelho. Assim, um sacerdote que, em sua pregação, condenar o homossexualismo, poderá ser julgado por 'ação constrangedora de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica'. A decisão de um reitor de não admitir no seminário um candidato homossexual poderá lhe acarretar de três a cinco anos de reclusão”.

Homossexualismo não é fonte de direitos

O Pr. Silas Malafaia − que se tem destacado no combate de tal projeto publicou - significativo artigo contra o projeto de lei, inserindo-o numa perspectiva mais ampla: a sistemática ofensiva do governo do atual presidente − Luís Inácio Lula da Silva − contra a vida e contra a família, em oposição frontal a princípios fundamentais da moral defendida pelos evangélicos.

"No governo Lula, a causa pró-homossexualismo — que ataca frontalmente a virtude da castidade, sobre a qual se funda a família. Desde o início de 2003, o governo vem fazendo todo o possível, seja internamente, seja perante a comunidade internacional (ONU e OEA), para glorificar o homossexualismo e tratar como criminosos
("homofóbicos") os que se opõem à conduta homossexual." Depois de fazer um elenco cronológico de todas as medidas do Governo Lula no sentido de favorecer o homossexualismo, o Pr. Silas Malafaia analisa o atual projeto em discussão no Senado, o qual transformará o homossexualismo numa fonte de privilégio:
"Que significa isso? Que além dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal a todas as pessoas, os praticantes do homossexualismo terão direitos em virtude do homossexualismo por eles praticado. O projeto pretende dar aos homossexuais direitos, não na qualidade de pessoas, mas na qualidade de uma raça de homossexuais. Ora, o homossexualismo (entendido como prática da conjunção carnal entre pessoas do mesmo sexo) é um vício contra a natureza, que não pode acrescentar direito algum a alguém”.

O vício transformado em fonte de mérito

Por seu lado, a advogada Maria das Dores Dolly Guimarães pondera que, de acordo com o projeto, "o homossexualismo deixará de ser um vício para ser um mérito. E quem ousar criticar tal conduta será tratado como criminoso."
"Os primeiros a sofrerem perseguição serão os cristãos", enfatiza a advogada, que é presidente da Federação Paulista dos Movimentos em Defesa da Vida.
Ela exemplifica com alguns artigos do projeto de lei:

"A proposta pretende punir com 2 a 5 anos de reclusão aquele que ousar proibir ou impedir a prática pública (atenção: Igreja é lugar público) de um ato obsceno ('manifestação de afetividade') por homossexuais (art. n.º 7)". Na mesma pena incorrerá a dona-de-casa que dispensar a babá que cuida de suas crianças, após descobrir que ela é lésbica (art. n.º 4).

"A conduta de um sacerdote que, em um culto, condenar o homossexualismo poderá ser enquadrada no artigo n.º 8: 'ação [...] constrangedora [...] de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica'", acrescenta, acentuando que "o reitor de um seminário que não admitir o ingresso de um aluno homossexual poderá ser condenado a 3 a 5 anos de reclusão (art. n.º 5)”.

"Lei da Mordaça Gay"

Esse projeto de lei está sendo conhecido no Brasil como "Lei da Mordaça Gay", uma vez que, caso aprovado, tornará ilegal qualquer condenação ou crítica que se faça à prática homossexual. Esse é justamente o tílulo do estudo do advogado Paulo Medeiros Krause: A lei da mordaça gay, os superdireitos gays, inconstitucionalidade e totalitarismo, no qual afirma:

"O projeto é flagrantemente inconstitucional e significa a implantação do totalitarismo e do terrorismo ideológico de Estado, com manifesta violação dos direitos à igualdade, à livre manifestação do pensamento, à inviolabilidade da liberdade de consciência e de crença, à não-discriminação por motivos de crença religiosa, convicção filosófica e política, e ao devido processo legal material ou substantivo (art. 5.º, caput, IV, VI, VIII, LIV, da Constituição)."

Em outro artigo sobre o mesmo tema, o Dr. Krause mostra o aspecto ideológico ao projeto em questão:

"O que está por trás realmente do projeto de lei de homofobia é a tentativa de impor a todos o dogma da moralidade ou naturalidade do homossexualismo, que não é científico, mas de origem ideológica, tornando-se penalmente punível a contestação a essa pretensa verdade. Nada mais truculento. Nada mais inadmissível. Trata-se de evidente policiamento ideológico, almeja-se impor aos brasileiros o dogma da infalibilidade de Erich Fromm e Herbert Marcuse.(defensores do homossexualismo- na qualidade de gênero e raça)”.

Homossexualidade não é "gênero, não é raça", é conduta

O Prof. Uziel Santana, da Universidade Federal do Sergipe, explica de maneira simples e categórica o porque a "Lei da Mordaça Gay" é inconstitucional:
"Por que o Projeto de Lei 122/2006 é inconstitucional? É inconstitucional porque a Constituição Federal estabelece, no art. 5º, como direito e garantia fundamental, que, primeiramente, "homens" e "mulheres" são iguais em direitos e obrigações, de modo que a Constituição não reconhece um terceiro gênero: o homossexual. E, se assim o é, como um projeto de lei ordinária pode tentar estabelecer super-direitos e a impossibilidade absoluta de crítica a um grupo de pessoas que, enquanto homossexuais, nem reconhecidos são pela Constituição? Para a Magna Carta, queiram eles ou não, estes são homens ou mulheres.”

Implantação de um regime policial

Podemos concluir esta resenha sobre o perigo que corre o Brasil de se transformar na primeira Ditadura Homossexual do mundo, com as seguintes considerações do já citado bispo e Senador Marcelo Crivela:

"Pelo que tudo indica, a partir da vigência do decreto de lei, além dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal a todos os cidadãos brasileiros, os homossexuais terão privilégios e benesses que derivam de sua opção sexual. Em contrapartida, todos aqueles que não se conformam com comportamentos homossexuais, deverão silenciar ou preparar-se para ocupar uma cela em algum presídio do país."

PARA MEDITAR:

“Quando se multiplicam os justos, o povo se alegra, quando porém, domina o perverso, o povo suspira.” (Prov. 29:2)

Deus abençoe rica e abundantemente todos
Paulo Roldão

O PERFIL MORAL PARA O POLÍTICO




A estrutura pública foi reconhecida pelo próprio Jesus Cristo quando disse: “Daí, pois, a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus”. (Mt. 22:21). Quando levaram uma pecadora perante o Senhor Jesus, evitando o confronto, sem descumprir a lei, ele proferiu: “Aquele que dente vós não tiver pecado, atire a primeira pedra” (Jo. 8:7). Com isso demonstrou buscar o consenso e a paz social com sabedoria.

Para que haja a paz social, todos devem cumprir as leis, que são influenciadas pelos valores de quem as elabora e as vota. Leis elaboradas e aprovadas por pessoas de bons princípios são mais benéficas à coletividade. Lamentavelmente , por vezes, o povo, de boa fé, escolhe seus representantes enganados por técnicas de marketing com campanhas financiadas por recursos de origem duvidosa ou por grandes empresários que cobrarão a conta. Os valores em jogo não são morais, mas financeiros.

Para confrontar esse quadro vergonhoso na política, em que se desperdiçam os recursos públicos enquanto a população tem fome, não tem educação de qualidade, falta segurança, falta recursos para a saúde, é necessário que estejam ocupando os cargos públicos no executivo e legislativo pessoas que tenham condições de enfrentar a sedução da corrupção e que não tenham valores morais frágeis, frouxos ou elásticos. É necessário que tenhamos políticos incorruptíveis e que haja verdadeiramente amor pelo próximo.

O sábio rei Salomão, entendido de administração pública e de poder político afirmou que “Quando se multiplicam os justos, o povo se alegra, quando, porém domina o perverso, o povo suspira.” (Pv. 29:2) É exatamente o que esta acontecendo há tanto tempo em diversas partes do nosso pais, onde os ensinamentos de Cristo são desprezados.

Religiões não tem solução para os problemas sociais, pois cada brasileiro tem a sua e a corrupção continua. Os cientistas sociais desenvolvem estudos profundos na busca de soluções para as graves questões que afetam à sociedade, mas obtém sucesso muito limitado. O progresso cientifico-tecnológico é usado tanto para o bem, quanto para o mal. As idéias proliferam de forma rápida. A imprensa cerca por todos os lados visando dar maior transparência às ações públicas. A tecnologia aumenta a eficácia dos instrumentos do Estado que buscam combater os criminosos, mas nada disso tem coibido de forma eficiente a corrupção. Embora tenham dado a sua contribuição, todos os instrumentos e métodos acima não mudam o caráter dos políticos e administradores, pois a grave deficiência encontra-se nos valores.

Muitos políticos profissionais baseiam-se na premissa de Maquiavel, de que os políticos que mais se destacam são aqueles que pouco se preocupam em honrar suas promessas e por isso prometem qualquer coisa, inclusive o que não lhes cabe fazer como legisladores. O homem com bons princípios, entretanto, tem compromisso com a verdade. Visto que é próprio da política não ter vínculos morais e valores éticos rígidos e bem definidos. Só resta ao povo a escolha de pessoas para ocuparem cargos públicos eletivos que, antes de se envolverem diretamente com a política, demonstrem que sejam dignas; antes de obterem poder, demonstrem que não possuem sede dele; antes de terem muito, tenham dividido o seu pouco; antes de prometerem ser féis no poder, que tenham sido fiéis fora dele; antes de terem compromissos com homens, tenham acima de tudo e além de tudo compromisso com Deus.

Deus abençoe abundantemente a todos
Paulo Roldão

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

CARTA DO DIABO


Levo ao conhecimento de todo cristão que estou trabalhando muito e embora me pintem (os homens), de uma maneira muito feia, dizendo que tenho pata de boi, rabo e outras mais, entretanto não sou bem assim. Se você conhece a bíblia sabe que ela diz, que eu posso me transformar, inclusive em anjo de luz.
Na realidade, vou à igreja com mais freqüência do que muitos cristãos. Aliás , é na igreja que tenho as maiores alegrias. Fico muito contente quando vejo que muitos não lêem, nem estudam a Bíblia e transbordo de alegria quando ouço o pastor dizer que não estudou também, eles não vêem , mas chego a bater palmas! Fico jubiloso quando o pastor está pregando e muitos cristãos saem, deixando seu lugar vazio, isto me deixa alegre, pois sei que eles vão encontrar meus companheiros lá fora e não voltarão para ouvir a palavra, ficando em conseqüência, fracos na fé.
É claro que fico satisfeito por ver as crianças e até mesmo os adultos escreverem coisas feias nos bancos, nas paredes ou nos banheiros da igreja. Que bom!!!Eu gosto muito de fazer as pessoas se levantarem a todo momento, para irem ao banheiro, ao bebedouro ou à outros lugares. Bem, na verdade, faço questão de acompanhá-las para que não voltem.
Sou eu , quem, na hora das reuniões, levo as pessoas a conversarem, não os deixo ouvir a palavra, faço cair coisas no chão, e forço as pessoas a dormirem o mais belo sono em meus braços na hora da reunião. O que mais gosto de fazer é impedir que o povo se levante para dar ofertas e dízimos, soprando em suas mentes, que tudo isso vai para o bolso dos pastores, pois sei que se derem, vou perder várias outras pessoas das minhas mãos. Finalmente quando termina a reunião, faço pessoas esquecerem sua Bíblias, para irritá-las e não permitir que leiam nada em suas casas. Veja como atuo na igreja e me preocupo mais do que muitos cristãos. É até crime , dizer que sou preguiçoso, não acha???.
Vou mostrar ainda o que faço. Veja só, levo as pessoas a ficarem frias na fé, esquecerem o primeiro amor e ainda sussurro nos seus ouvidos coisas que me ajudam muito, como por exemplo:

1. Você está muito cansado, não têm condições de ir a igreja, durma mais um pouquinho.

2. As reuniões de DOMINGO, são muito longas e cansativas, é conveniente que não vá, esqueça terça, quarta e sexta-feira também, pois a igreja fica muito quente, e é um calor de não agüentar. Na realidade, não vá mais a igreja, busque em casa é melhor pra você.

3. Sair as ruas para evangelizar, é vergonhoso e humilhante, e outra, ninguém vai aceitar.

4. É melhor passear, ir ao cinema, ao futebol, do que perder tempo se cansando

5. Reuniões de libertação, são coisas de falsos obreiros. Nunca fale no nome do diabo ou demônios.

6. Nunca dê testemunho em Rádio ou TV, pois além de ser vergonhoso se colocar diante de uma câmera, você muitas vezes tem que acordar cedo, e além do mais, você ganharia muitas almas de uma só vez, isso não é necessário.

7. Diga ao pastor que ele está trabalhando demais, deve descansar de preferência, um mês.

8. Cura divina é ilusionismo, não acredite em igrejas e pastores que pregam e fazem isso. Doença é uma provação divina.

9. Não cante , nem se alegre na igreja, o que importa é o interior. Nunca clame por sua vida financeira, afinal quem te prometeu vida abundante...,você se igualaria a um louco.
Terminando meus caros cristãos, devo dizer-lhes que fico muito feliz, quando visito as suas igrejas, pois todo vez que chego lá, alguém sempre me dá oportunidade de agir.

Fico triste apenas quando a igreja canta e louva. Lembro-me que regia os louvores no céu, por isso me orgulhei e quis ser igual a Deus, daí Ter sido derrubado, perdendo os meus privilégios no céu.
Hoje , na igreja, a música é o que mais odeio, porque sei que nunca mais poderei dirigir uma congregação cantando. Por isso meto minha colher enferrujada no meio da igreja para que não cantem, para que não louvem.
Bem à medida que você quiser me dar uma oportunidade, eu agradeço, antecipadamente, porque estou sempre presente. Sem mais, por hoje é só.
Aqui me despeço, deixando um abraço de toda a minha família infernal.

Do seu inimigo certo, nas horas incertas.
belzebu, satanás, coisa ruim, capeta, e por ai vai......hehehehehehehe

Deus abençoe rica e abundantemente a todos

Paulo Roldão

O DESERTO E O CRISTÃO:


Deserto é a prova de que DEUS está agindo
Não há cristianismo sem "deserto", nem deserto sem tribulações. DEUS não examina você procurando medalhas, certificados ou diplomas, mas sim ''cicatrizes''.
As marcas do deserto, são de fato os sinais de uma vida que peregrinou sob a confiança do Senhor.
O deserto machuca, mas ''enriquece". ''Queima'' a pele. ''Tempera'' o caráter.
No deserto há a dispensação da graça de DEUS suprindo as necessidades de cada dia.
Sempre que DEUS pretender usar alguém, Ele o conduz ao deserto para exercitá-lo nos limites da dependência.
Diante dos percalsos da vida, o SENHOR nos promete superação!
ELE não deixará que nada atrapalhe a nossa trajetória!
Nada e ninguém podem nos impedir de alcançarmos aquilo que é, por direito, nosso!
Ainda que o inferno se levante, ainda que pareça difícil, ainda que tudo diga que você não vai conseguir,
DEUS diz: Ninguém vai poder parar você. Por que a obra que Deus começou ELE vai terminar.
Deus abençoe rica e abundantemente todos
Paulo Roldão

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

NASCER DE NOVO


Havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Não era era um simples membro da sua religião, mas uma pessoa muito influente. Ele tinha um grande conhecimento da sua religião e acreditava em Deus.

"Este de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. A isto, respondeu Jesus; Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: Quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é Espírito. Não te admires de eu te dizer: Importa-vos nascer de novo"
(João 3: 2,7)

Este de noite...Porque de noite? Talvez para que ninguém o visse com o Senhor Jesus, porque se isso acontecesse, o que as pessoas iriam dizer dele? Afinal de contas, Nicodemos era um religioso...

Você sabe que existem pessoas assim. Há uma resistência enquanto a pessoa não chegou ao fundo do poço, porque quando ela se vê nesta situação, com consciência de que a sua religião não lhe trouxe nenhum benefício, ela rompe a barreira do preconceito e procura a Jesus, porque sua inteligência a faz ver que a sua necessidade de Deus é mais importante do que a religião.

Você sabe que antes de ser um religioso, você é um ser humano que precisa de ajuda e, às vezes, mesmo dentro de uma igreja, há pessoas que se sentem envergonhadas e não assumem a fé que dizem ter. Nesse caso ainda a pessoa não teve um encontro com Deus. Jesus disse ao fariseu: "Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus" (João 3:3)

Em outras palavras. Você tem conhecimento, é tido como mestre, mas todos os seus conhecimentos, a sua posição, não vão lhe ajudar em nada. É preciso que você nasça de novo"...

As vezes a pessoa é curada, liberta dos vìcios, paga as dívidas, consegue um bom trabalho, enfim, mas isso não quer dizer que ela teve um encontro com Deus. Nascer de novo é muito mais do que as bênçãos recebidas, e esse novo nascimento só acontece através de uma busca sincera a Deus. Ai a pessoa realmente vence tudo, pois quem é nascido de Deus, como esta escrito vence o mundo.

Que Deus abençoe rica e abundantemente a todos
Paulo Roldão

sábado, 3 de janeiro de 2009

ESPERANÇA E FÉ



Alguns confundem esperança com fé. A maioria das pessoas após tomar uma atitude de fé, ficam na esperança de alcançar seus objetivos. Há no entanto uma grande confusão entre esperança e fé. Ora, a esperança que nós cristãos devemos nutrir em nossos corações, e sem a qual nã podemos viver, é a de que um dia herdaremos o Reino dos Céus e viveremos eternamente com o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Esta esperança se baseia no futuro, ou seja, o cristão deve andar e viver pela fé, com esperança de um dia ver com seus olhos o cumprimento de todas as promessas feitas pelo Salvador. A fé, entretanto, é diferente. Ela é a certeza de coisas que se esperam. A esperança olha para o futuro, enquanto a fé olha para trás, para uma obra já consumada. Muitos cristãos se decepcionam na sua fé porque esta se apóia na esperança, e não na convicção de um fato consumado.

Deus abençoe rica e abundantemente todos
Paulo Roldão