Loading...

terça-feira, 5 de maio de 2009

ORANDO COMO PAULO ORAVA


"Damos, sempre, graças a Deus por todos vós, mencionando-vos em nossas orações e, sem cessar". (Tessalonicenses 1: 2)

Será que temos acompanhado os novos convertidos, como Paulo fazia? Os convertidos de Paulo espalhavam-se por mais de 20 igrejas, mas ele os carregava "a todos" no coração e mantinha contato com eles.

Você tem uma lista de oração? Você ora por outros, mencionando seus nomes? Faz menção dos seus amigos diante de Deus? Talvez você ache difícil falar de Cristo a outros, procure falar a Cristo a respeito deles, e, em breve, estará falando aos outros a respeito de Cristo. Todos nós podemos fazer isso, mesmo os mais tímidos.

Devemos compreender, a finalidade de estarmos no mundo? Levando a sério nossa tarefa? Paulo apresenta na carta aos Tessalonicenses a intencidade do seu ministério; sua disposição de morrer pelos novos convertidos; seu modo de tratar cada um.

Paulo dá graças a Deus por essa igreja. Sua beleza não consistia num belo templo, mas no povo que realmente buscava uma comunhão com Deus, e com o crescimento maravilhoso dos cristãos daquela igreja. Apresentava-os como exemplo aonde quer que fosse. Seu zelo já havia causado viva impressão em toda a Macedônia e Acacia (Grécia), e todos comentavam a maneira maravilhosa como Deus vinha operando na nova e vigorosa igreja de Tessalônica.

"De sorte que vos tornastes o modelo para todos os crentes". (Tessalonicenses 1:7). É isso que o mundo esta procurando, cristãos que vivam a vida cristã, que ponham em prática aquilo que crêem. Era o que os tessalonicenses faziam. Seu entusiasmo missionário, em proclamar a Palavra de Deus, era sentido em toda a Grêcia. Eles eram o que toda igreja deveria ser.

Deus abençoe abundantemente todos
Paulo Roldão

Nenhum comentário:

Postar um comentário