Loading...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

DROGAS CAMINHO DE MORTE




É difícil não se comover com a historia de vida de tantos jovens que assistimos diariamente nos noticiários, jovens que se tornaram vitimas e reféns da droga.
Alguns deles outrora famosos como o ex-Polegar Rafael Ilha. Um menino que chegou à fama ainda adolescente e que tinha tudo para cultivar o estrondoso sucesso a que foi catapultado tão cedo, por muitos anos. Mas, infelizmente escolheu o caminho das drogas, assim como muitos outros jovens e adolescentes brasileiros, estes na sua grande maioria vivendo no anonimato.

O caso de Rafael choca pelo fato dele ser uma pessoa conhecida do grande publico e ainda ter sua imagem associada àquele adolescente simpático e de sorriso cativante de seus anos na banda “Polegar”. Mas de fato, não é nada diferente dos outros milhares e milhares de brasileiros que também tiveram suas vidas destruídas pela droga ou pelo álcool.

A mídia também tem uma parcela de culpa nisso tudo, por banalizar durante muito tempo o complexo problema das drogas e retratar especialmente o álcool, o fumo e a maconha como algo divertido e inocente. A justiça brasileira também tem sua culpa por não penalizar usuários como deveria; afinal de contas, como é possível tirar o usuário da equação? Sem usuários não há trafico! A pena imposta aos traficantes, deveria ser bem mais severa; necessitamos com urgência de uma mudança no codigo
penal brasileiro.

Certamente o problema das drogas é multi-fatorial e tem suas raízes nos nossos seríssimos problemas sociais. Sei também que o governo tem apoiado alguns programas, ONG’s e Comunidades Terapêuticas no combate ao uso de drogas. Mas, ainda é pouco. Toda a sociedade deveria ter mais consciência de como esse problema mexe com todos nós e não apenas com os que moram nas periferias.

Talvez nossas igrejas pudessem também ser mais efetivas nessa área, apoiando projetos como o “Desafio Jovem”, recentemente tive a oportunidade de participar de um seminário sobre este tema, promovido em minha cidade (Rio Grande/RS) pelo Conselho de Pastores e ministrado pelo Desafio Jovem de Três Coroas. Precisamos unidos como igreja do Senhor Jesus, promover mais campanhas e eventos no combate à esse mal diabólico que assola o mundo.

Mas, acima de tudo, nós bem sabemos que a verdadeira origem do problema das drogas é espiritual (O ladrão, veio para roubar, matar e destruir...João 10:10) e está ligado à busca interior do homem, que precisa de transcendência diante dos problemas da vida e da busca por um sentido, uma razão de existir. E a solução para isso, não está em projetos, leis, ou medicamentos, mas na pessoa de Jesus Cristo, o único que pode verdadeiramente nos dar uma nova vida, uma nova esperança.

Baseado nisso, ainda há tempo e esperança para os milhares de jovens brasileiros que caminham na escuridão do submundo das drogas. Cabe a nós que cremos, portanto, anunciar à todos que a Luz está bem perto, muito mais perto do que se possa imaginar.

Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. (Salmos 127:1)

Deus abençoe todos abundantemente
Paulo Roldão

Um comentário:

  1. Ola meu amigo!
    Parabéns pelo seu blog,
    pelo projeto comunidade em ação
    e pelo tema sobre as drogas, são
    palavras muito fortes e exemplos
    que com certeza vão tocar no coração
    de muitos jovens, que se encontram no
    mundo das drogas.
    Abraço da amiga Precila!!!
    Na fé.Deus Abençõe o senhor e sua
    família sempre.

    ResponderExcluir